Agora são Horas e Minutos - Este blog está sendo encerrado! Pesquise os temas que tiver interesse ainda aqui mas visite-nos no novo blog: catolicosomos.blogspot.com, esperamos por você lá! Todas as publicações serão aos poucos transferidas para o novo blog.

quarta-feira, 2 de julho de 2008

DINHEIRO E FALSA SEGURANÇA



Problema de herança, que envolve brigas e até mortes por causa do dinheiro, desejo de acumular para nos tranqüilizar são situações que nós já conhecemos.


O dinheiro é importante, mas não é tudo. Ele pode e consegue, normalmente, facilitar nossa existência. Pode “comprar” alguns anos a mais de vida, mas não nos isenta da morte certa. Pode favorecer a vida das pessoas, mas também se tornar fonte desagregadora da convivência familiar e social.


Freqüentemente o dinheiro é fonte das hierarquias sociais. É ele que determina quem manda, quem tem “valor”, quem decide, conferindo status e prestígio. Para consegui-lo, não raro as pessoas passam por cima umas das outras. É ele que determina ou cria a “lei do mais forte”. É por isso que constitui o bem material mais procurado e cobiçado, pois, com ele, se pode adquirir e comprar os outros bens materiais.


Por causa da ganância, existe grande abismo entre os poucos ricos e os muitos pobres – cada vez mais numerosos. A ganância de dinheiro é a causa de todos os males. Quem acumula só para si, sem pensar nos outros, inverte o plano de Deus, que deseja que os bens produzidos pela sociedade venham favorecer a todos, tragam mais vida feliz para todos. A pessoa se anestesia diante do acúmulo de bens, pensando que tem segurança e vida garantidas. Pura ilusão! “Louco, logo pedirão conta da tua vida”.


O dinheiro em si não é um mal, desde que não seja usado ou buscado apenas para especulação, concentrando-se nas mãos de alguns privilegiados. Ele tem valor positivo, desde que não seja instrumento de divisão, mas de comunhão em favor de todas as pessoas. Quando usado corretamente, traz benefícios a toda a sociedade, mas, quando se torna o centro das atenções de uma pessoa, transforma-se em ídolo.


Por isso lidar com dinheiro requer prudência, uma vez que, junto com ele, podem estar escondidas falsas seguranças.


Pe. Nilo Luza, ssp

-------------------------------------------------------------------

Recebido por e-mail do Grupo Mensagens Cristãs


Assinatura Gratuita de Mensagem Cristã: Basta enviar um e-mail para:msg_crist@hotmail.com

4 comentários:

Paulo disse...

O Dinheiro realmente não é tudo, mas ajuda.

joaquim disse...

O problema é quanto mais se tem mais se quer ter e «não se pode servir a dois senhores ao mesmo tempo».

Abraço amigo em Cristo

Fa menor disse...

O dinheiro, de facto, tanto pode trazer alegria como a perdição.
Sem ele podemos passar muitas necessidades, mas com ele e só pensando nele, a vida pode passar-nos ao lado. Se pensarmos que o que temos não é só nosso, tanto dinheiro, como outros bens materias ou não, e se partilharmos o que temos de sobra com os que têm necessidades, o mundo poderá tornar-se bem melhor.
E agradeçamos ao Criador que nos permite usufuir de toda a criação!
Abraço

Ver para crer disse...

Dinheiro é coisa do diabo: faz muito bem e também muito mal.
Sem ele nada se faz, com ele se compra o inferno.