Agora são Horas e Minutos - Este blog está sendo encerrado! Pesquise os temas que tiver interesse ainda aqui mas visite-nos no novo blog: catolicosomos.blogspot.com, esperamos por você lá! Todas as publicações serão aos poucos transferidas para o novo blog.

terça-feira, 21 de outubro de 2008

EVANGELIZAR PELO TESTEMUNHO

EVANGELIZAR PELO TESTEMUNHO
Se quisermos ser testemunhas válidas de Jesus Cristo e de Deus, não podemos nos contentar com uma visão superficial da Sagrada Escritura.
Ezequiel nos diz no relato de sua vocação, em seu capítulo segundo, que é preciso não só escutar a Palavra de Deus, é preciso comer, nutrir-se, da Palavra de Deus, é preciso mastigar a Palavra de Deus, e isto só se realizará com uma meditação silenciosa de pelo menos meio hora todos os dias.
Esta Palavra de ser digerida, vitalmente assimilada, como um alimento que se transforma em parte de nosso corpo. Mas isto demanda tempo e demanda, sobretudo o momento oportuno e silencioso, que não deve faltar na vida de um cristão autêntico e profundo. Não basta apenas ouvir, digerir e assimilar é preciso traduzi-la em prática.
Somente quando ela se transformar em prática concreta de vida, nós teremos realmente recebido a Palavra de Deus. Assim nós nos tornamos pregadores críveis desta Palavra. Fala-se, prega-se muito, mas são poucas as pessoas que realmente convertem, porque são poucas as que falam de um transbordamento de vida, que falam a partir de uma experiência de Deus, num momento de oração silenciosa.
Estes são os pregadores capazes de converter os seus fiéis, estas são as pregações capazes de incidir fortemente em tantos corações. Não é preciso que o pregador possua dotes de oratória, não é preciso que ele seja um grande teólogo! É preciso que ele seja um santo, que ele antes de anunciar a Palavra aos outros, ele tenha anunciado a si mesmo, no silêncio de seu quarto, ou da sua cela.
Rezemos para que Deus nos conceda estes pregadores de acordo com o Coração inflamado de Cristo, mas saibamos que cada um de nós é chamado a ser um pregador de Jesus também, e quanto maior for a sua intimidade com Cristo, mais críveis serão suas palavras, mais acreditável será o seu testemunho.
Pregue com a Palavra, mas pregue também com o testemunho da própria vida.
Pe. Fernando J. C. Cardoso
------------ --------- --------- --------- --------- --------- -

Um comentário:

Mari disse...

Amém, texto lindo!
Devemos começar dando um testemunho da nossa vida, penso eu.
Voltando ao blog com saudades dos amigos.
Vamos celebrar este dom de Deus, o dom da vida.
Beijos com amizade João!
Mari!!!!