Agora são Horas e Minutos - Este blog está sendo encerrado! Pesquise os temas que tiver interesse ainda aqui mas visite-nos no novo blog: catolicosomos.blogspot.com, esperamos por você lá! Todas as publicações serão aos poucos transferidas para o novo blog.

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Exorcismo

Uma leitora e amiga sugeriu esse tema para uma postagem. Achei interessante, já que é algo que gera receio e curiosidade, além de existirem muitos erros principalmente por parte dos leigos nesse sentido.
Seguem dois textos retirados do Veritatis Splendor - o segundo, escrito por nosso querido Papa Bento quando era cardeal.

***************************************************


NOVO RITO DE EXORCISMOS DA IGREJA CATÓLICA
Por A Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacrame
Tradução: Prof. Everton N. Jobim

Exorcismo

A Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, apresentou o novo rito de exorcismos em Janeiro de 1999. O prefeito da dita congregação , o Cardeal Medina, ensinou na ocasião os seguintes pontos:

O QUE É ?

: "O exorcismo é uma antiga e particular forma de oração que a Igreja emprega contra o poder do diabo "

Catecismo #1673:

" Quando a Igreja pede publicamente e com autoridade , em nome de Jesus Cristo, que uma pessoa ou um objeto seja protegido contra as investidas do maligno e sustraída de seu domínio, se fala de exorcismo. Jesus o praticou (cf. Mc 1:25s), dele tem a Igreja o poder e o oficio de exorcizar. (cf. Mc 3:15; 6:7.13; 16:17). Em forma simples, o exorcismo tem lugar na celebração do Batismo. O exorcismo solene só pode ser praticado por um sacerdote e com a permissão do bispo. Nestes casos é preciso proceder com prudência, observando estritamente as regras estabelecidas pela Igreja. O exorcismo intenta expulsar os demônios ou liberar do domínio demoníaco graças à autoridade espiritual que Jesus confiou à sua Igreja."

"Muito diferente é o caso das enfermidades, sobretudo psíquicas, cujo cuidado pertence à ciência médica. Portanto, é importante asegurar-se, antes de celebrar o exorcismo, de que se trata de uma presença do Maligno e não de uma enfermidade." (cf. CIC can. 1172).

Em que se fundamenta: O exorcismo tem como ponto de partida a fé da Igreja, segundo a qual existe Satanás e os outros espíritos malignos. A doutrina católica nos ensina que os demônios são anjos decaídos por causa de seus pecados, que são seres espirituais de grande inteligência e poder".

Por qué faz falta?: A capacidade do homem de acolher a Deus " é ofuscada pelo pecado, e , às vezes , o mal ocupa o lugar em que Deus quer viver. Por isso , Jesus Cristo veio liberar o homem do dominio do mal e do pecado. (...) Jesus Cristo expulsava os demônios e libertava os homens das possesões dos espíritos malignos para fazer-se presente no homem.
Quanto poder tem Satanás? "O poder de Satanás não é infinito", por que Deus permite que sejamos tentados " é um grande mistério".

Como nos influência o demônio? "O influxo nefasto do demônio e de seus sequazes é habitualmente exercitado por meio do engano, da mentira e da confusão. Assim como Jesus é a Verdade , o diabo é o mentiroso por excelência. Desde sempre, desde o inicio, a mentira tem sido sua estratégia preferida".

Mudou a doutrina da Igreja sobre o exorcismo?

Não mudou . Só houve algumas mudanças na linguagem do rito.
"Entre o rito anterior e o novo há uma grande continuidade ; não existe uma mudança radical.
A linguagem é mais sóbria; há menos adjetivos, mas a expressão de fé no poder de Deus para expulsar o demônio é a mesma em ambos os casos".

Criterios para discernir possessão diabólica segundo o novo ritual do exorcismo.
A principal é

-Aversão veemente a Deus, à Virgem , aos Santos, à cruz e às imagens sagradas.
Junto com esta podem dar-se outros fenômenos que , por si só , poderiam ser dom de Deus , mas no caso da possessão se manifestam para o mal.

-Falar com muitas palavras de línguas desconhecidas ou entendê-las.-Fazer presentes coisas distantes ou escondidas.-Demonstrar mais força física do que o normal.

Pode o demônio ter influência sobre lugares, objetos e pessoas?

Sim. Esta realidade se admite no ritual do exorcismo.

Há diferentes formas de influência demoníaca além da possessão?

Sim . No presente ritual se encontram o rito de exorcismo propiamente dito e as orações que devem ser recitadas publicamente quando se julga prudentemente que existe uma influência de Satanás sobre lugares, objetos ou pessoas, sem chegar à fase de uma possessão verdadeira e própia. Ademais, existe uma série de orações que os fiéis devem rezar privadamente quando têm fundadas suspeitas de que estão submetidos a influências diabólicas.

Quem pode praticar o exorcismo?

Na pegunta anterior vimos que o novo ritual contem orações que os fiéis podem rezar quando estão submetidos a influências diabólicas. Contudo , "Para praticar o exorcismo é necessária a autorização do bispo diocesano, que pode ser concedida para um caso específico ou de um modo geral e permanente ao sacerdote que exercita o ministério de exorcista na diocese".

Por que um novo ritual?

No último capítulo do ritual romano se ilustravam as indicações e o texto litúrgico dos exorcismos, mas ficou sem ser revisado depois do Concilio Vaticano II. Após um trabalho de 10 anos, em Janeiro de 1999 se tornou oficial o texto atual aprovado pelo Pontífice.

Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão deste que sempre sejam citados a fonte e o(s) autor(es).

Para citar este artigo:

A CONGREGAÇÃO PARA O CULTO DIVINO E A DISCIPLINA DOS SACRAME. Apostolado Veritatis Splendor: NOVO RITO DE EXORCISMOS DA IGREJA CATÓLICA. Disponível em http://www.veritatis.com.br/article/1379. Desde 6/23/2003.

***********************************

Sagrada Congregação para a Doutrina da Fé
24.09.1985

Excelentíssimo Senhor,
Se somos pais conscientes das nossas responsabilidades e amamos nossos filhos, fazemos todo o bem possível a eles sem querermos nada em troca.

Há alguns anos, certos grupos eclesiais multiplicam reuniões para orar no intuito de obter a libertação do influxo dos demônios, embora não se trate de exorcismo propriamente dito. Tais reuniões são efetuadas sob a direção de leigos, mesmo quando está presente um sacerdote. Visto que a Congregação para a Doutrina da Fé foi interrogada a respeito do que pensar diante de tais fatos, este Dicastério julga necessário transmitir a todos os Ordinários a seguinte resposta:

O cânon 1172 do Código de Direito Canônico declara que a ninguém é lícito proferir exorcismo sobre pessoas possessas, a não ser que o Ordinário do lugar tenha concedido peculiar e explícita licença para tanto (1º). Determina também que esta licença só pode ser concedida pelo Ordinário do lugar a um presbítero dotado de piedade, sabedoria, prudência e integridade de vida (2º). Por conseguinte, os srs. Bispos são convidados a urgir a observância de tais preceitos.

Destas prescrições, segue´se que não é lícito aos fiéis cristãos utilizar a fórmula de exorcismo contra Satanás e os anjos apóstatas, contida no Rito que foi publicado por ordem do Sumo Pontífice Leão XIII; muito menos lhes é lícito aplicar o texto inteiro deste exorcismo. Os srs. Bispos tratem de admoestar os fiéis a propósito, desde que haja necessidade.

Por fim, pelas mesmas razões, os srs. Bispos são solicitados a que vigiem para que "mesmo nos casos que pareçam revelar algum influxo do diabo, com exclusão da autêntica possessão diabólica "pessoas não devidamente autorizadas não orientem reuniões nas quais se façam orações para obter a expulsão do demônio, orações que diretamente interpelem os demônios ou manifestem o anseio de conhecer a identidade dos mesmos. A formulação destas normas de modo nenhum deve dissuadir os fiéis de rezar para que, como Jesus nos ensinou, sejam livres do mal (cf. Mt 6,13). Além disso, os Pastores poderão valer´se desta oportunidade para lembrar o que a Tradição da Igreja ensina a rrespeito da função própria dos Sacramentos e a propósito da intercessão da Bem´Aventurada Virgem Maria, dos Anjos e dos Santos na luta espiritual dos cristãos contra os espíritos malignos. Aproveito o ensejo para exprimir a Vossa Excelência meus sentimentos de estima, enquanto lhe fico sendo dedicado no Senhor. Joseph Card. RatzingerPrefeito

Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão deste que sempre sejam citados a fonte e o(s) autor(es).

Para citar este artigo:

JOSEPH, Cardeal Ratzinger. Apostolado Veritatis Splendor: QUEM PODE REALIZAR EXORCISMO ?. Disponível em http://www.veritatis.com.br/article/1375. Desde 6/16/2003.

3 comentários:

disse...

Nossa não sabia disso tudo. Mas pra falar a verdade eu tenho um pouco de medo dessas coisinhas.
Beijos meu caro amigo e que Deus te abençoe junto aos seus!
Bom e maravilhoso fim de semana.
Rô!

bete pereira da silva disse...

Gostei muito, a Igreja Católica dá um tratamento sério sobre o assunto, proibindo leigos de praticá-lo, ela evita assim a banalização do rito, entre outras coisas.

Não sabia que a forma mais simples de exorcismo é o batismo, tenho uma amiga que foi levada ao batismo pelos pais já quase à morte, e no instante em que recebeu o sacramento, veio a ser curada totalmente.

Obrigada por atender a um pedido, vou guardar essa explanação em meus conteúdos de registro e pesquisa, se me permite.

casualidade disse...

O Exorcismo sempre houve , é dado com autorização, de um bispo, e o sacerdote faz o exorcismo, é pratica, ke se aplica para tirar o maligno, do nosso corpo, presente , se a pessoa se encontra no meio de possessaõ , nunca pode abranger, uma vida católica limpa, tem que ter uma limpeza seu corpo por meio de praticas espirituais, e também limpeza espiritual, ai já esta com a sua alma limpa, e seu coração para poder abranger praticas religiosas